" Uma das palavras mais presentes na poesia de amor da língua portuguesa e também na música popular, "saudade", só conhecida em português, descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor.
Diz a lenda que foi cunhada na época dos Descobrimentos e no Brasil colônia esteve muito presente para definir a solidão dos portugueses numa terra estranha, longe de entes queridos. Define, pois, a melancolia causada pela lembrança; a mágoa que se sente pela ausência ou desaparecimento de pessoas, coisas, estados ou ações. Provém do latim "solitáte", solidão. Saudade é uma espécie de lembrança nostálgica, lembrança carinhosa de um bem especial que está ausente acompanhado de um desejo de revê-lo ou possuí-lo. Uma única palavra para designar todas as mudanças desse sentimento é quase exclusividade do vocabulário da língua portuguesa em relação às línguas românicas; há mesmo um mito de que seja intraduzível. Porém, assim não acontece no que diz respeito à língua romena, em que existe a palavra "dor", correspondente semântico perfeito da "saudade" portuguesa (em romeno, a palavra portuguesa "dor" traduz-se por "durere"). "
in Wikipédia

 

Muitas são as saudades que sinto mas está quase a passar, estás quase a regressar.
Queria apenas fazer uma homenagem a uma amiga fantástica, sempre presente mesmo quando num continente diferente!  Por todos os momentos que passamos e pelos tantos que ainda temos pela frente...

 

Aqui fica uma das tuas "obras de arte" em mais um bom momento passado juntas.

 

E depois vai ser preciso um dia inteiro ( e mesmo assim acho que não chega) para pormos a conversa em dia. Espero que venhas com paciência para me aturar : vais ter que me contar tudo o que se passou, mostrar todas as fotos e claro ouvir-me... Está quase!

publicado por abelhinha às 20:05