Às vezes parece que tudo corre mal que o mundo e a vida estão contra nós... Nessas alturas nada como estar rodeada pela família e pelos amigos e perceber que o que é realmente importante está ali connosco. O que fica lá fora é simplesmente acessório... Mas nem assim consigo ficar indiferente e deixar de me preocupar.

 

Eu não sou o que faço! Mas o que faço contribui em grande parte para a minha realização pessoal e consequentemente para a minha felicidade. Mas e apesar disto sei que nunca conseguiria pôr o trabalho em primeiro lugar. Aliás tudo ocupa a "pole position"... Não o consigo evitar e por isso ando sempre com o pensamento ocupado com alguém ou com alguma coisa...

publicado por abelhinha às 16:09